segunda-feira, 5 de agosto de 2019

CRC 01/2019 – Questão nº 03 da Prova Branca (nº 06 da Prova Verde, nº 05 da Prova Amarela e nº 07 da Prova Azul) – Contabilidade Geral


A Companhia Siderúrgica “A”, ao encerrar o exercício social de 20X1, apresentou o valor de R$ 2.750.000,00 referente ao lucro atribuível aos titulares de suas ações ordinárias. Com o objetivo de mensurar o resultado básico por ação no exercício social de 20X1, a Companhia Siderúrgica “A” levantou os seguintes dados sobre suas ações ordinárias:


Com base somente nas informações apresentadas e considerando a NBC TG 41 (R2) – Resultado por ação, assinale a alternativa que evidencia o valor mais próximo do resultado básico por ação atribuível aos titulares de ações ordinárias da Sociedade Empresária “A” no encerramento do exercício social de 20X1. Considere o exercício social de 20X1 com 365 dias e que ações em tesouraria são instrumentos patrimoniais readquiridos e mantidos pela própria entidade.
A) R$ 152,00
B) R$ 161,00
C) R$ 200,00
D) R$ 343,00

Resolução em texto elaborada pelo Prof. Thiago:

1º) O que a questão pede?

Para assinalar a alternativa que evidencia o valor mais próximo do resultado básico por ação e que será atribuído aos titulares das ações da Sociedade Empresária.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Primeiramente era necessário saber como fazer a Mensuração do Resultado básico por ação. De acordo com o item 10 da NBC TG 41 – Resultado por Ação:

“O resultado básico por ação deve ser calculado dividindo-se o lucro ou prejuízo atribuível aos titulares de ações ordinárias da companhia (o numerador) pelo número médio ponderado de ações ordinárias em poder dos acionistas (excluídas as mantidas em tesouraria) (o denominador) durante o período.”

A Norma justifica que o uso da média ponderada de ações considera as alterações do número de ações em poder dos acionistas durante o período.

O que é importante mencionar é que de acordo com o disposto na norma, o fator ponderador de tempo é o número de dias que as ações totais, exceto as em tesouraria, estão com os acionistas, mas que uma aproximação razoável da média ponderada pode ser adequada em muitas circunstâncias.

Se considerarmos o que a norma determina, teremos o seguinte:

Em 01/01/20X1 a Sociedade possuía 9.000 ações em poder dos acionistas. Uma nova emissão foi feita em 01/04/20X1.

Calculando o número de dias entre 01/01 e 01/04 teremos um total de 90 dias.

Para fazer a ponderação do número de ações pelo tempo, multiplicaremos o número total de ações daquele período, pelo tempo em que permaneceu dessa forma e dividir pelo número de dias totais no ano, ficando da seguinte forma:

9.000 ações x 90 dias / 365 dias = 2.219 ações.

Agora que encontramos a média ponderada desse primeiro período, faremos a mesma coisa considerando os dois próximos períodos.

Entre 01/04 e 01/07 temos um total de 91 dias e durante esse período a Sociedade possuía um total de 12.000 ações em poder dos acionistas. A média ponderada ficará, então da seguinte forma.

12.000 ações x 91 dias / 365 dias = 2.992 ações.

Por fim, faremos a média ponderada do período que compreende a segunda emissão de ações até o final do período que totaliza 184 dias e do qual a empresa possuía um total de 17.000 ações em poder dos acionistas.

17.000 ações x 184 dias / 365 dias = 8.570 ações.

Feito isso, somamos as médias ponderadas dos 3 períodos para obtermos o número médio total de ações em poder dos acionistas ao longo do ano:

2.219 + 2.992 + 8.570 = 13.781 ações.

Como vimos, a Norma determina que devemos dividir o lucro atribuível aos titulares das ações pelo número médio de ações em poder dos acionistas.

R$2.750.000,00 (Lucro Atribuível) / 13.781 Ações (Média Ponderada) = R$ 199,55 por ação.

Como a norma permite aproximações, o valor mais próximo do obtido apresentado pelas alternativas é R$ 200,00.

Gabarito: “C”

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Caso queira aprofundar os estudos, segue o link da NBC TG 41:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Siga nosso perfil no Instagram!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

8 comentários:

  1. olá professor! só estou com dúvida sobre a contagem do tempo.
    pois do inicio de 20x1 a 01/04 temos 90 dias e de 01/04 a 01/07 temos 91.
    aparentemente seria não seria 90 também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu fiz a conta usando o excel e esses foram os números que eu obtive. O último período eu fiz 90 + 91 - 365 = 184. Se usar 90 dias para o segundo período, teria de usar 185 para o último. Considerando esses números, o resultado final seria de R$ 199,36. =)

      Excluir
    2. desculpa o incomodo mas julho e agosto temos 31 dias mais os 30 de setembro chegamos aos 91 dias

      Excluir
    3. Na realidade o período compreende 30 dias abril + 31 dias de maio + 30 dias de junho. Esses meses que você mencionou foram para o período final

      Excluir
  2. Boa tarde, a todos o intervalo entre 01-04 a 01-7 e segunda emissão deram valores diferente mas seguindo o raciocínio no final fechou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A diferença será bem pequena. O importante é chegar no resultado correto. Um abraço.

      Excluir
  3. como se chega ao valor do lucro arbitravel de R$ 2.750?

    ResponderExcluir