segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Questão 21 – CRC 02/2016 – Prova de Bacharel – Contabilidade Geral

Uma Construtora, cuja moeda funcional é o Real (R$), importou um guindaste para utilização em sua atividade de construção civil, pelo período de 10 anos.

Considere que a moeda de realização da transação de compra é uma moeda hipotética denominada Estrangeiro (ES$).

O guindaste foi adquirido por ES$15.000,00, com pagamento previsto para 31.8.2016.

Por ocasião do desembaraço aduaneiro, em 30.6.2016, a Construtora incorreu em gastos no valor total de R$5.000,00, referentes a impostos de importação, não recuperáveis, pagos à vista.

O guindaste foi colocado em uso em 1º.7.2016. As cotações do ES$ no período foram:
Considerando-se somente as informações apresentadas, e o disposto na NBC TG 02 (R1) – EFEITOS DAS MUDANÇAS NAS TAXAS DE CÂMBIO E CONVERSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS e NBC TG 27 (R3) – ATIVO IMOBILIZADO, é CORRETO afirmar que:

a) em 30.6.2016, o Passivo Circulante da empresa apresentou valor total de R$90.000,00.
b) em 30.6.2016, o Ativo Não Circulante – Imobilizado totalizou o valor de R$55.000,00.
c) em 30.6.2016, no Resultado, deve ser considerado como despesa com imposto de importação o valor de R$5.000,00.
d) em 30.6.2016, o Ativo Não Circulante – Imobilizado totalizou o valor de R$65.000,00.

Passo-a-passo da resolução em texto:

1º) O que a questão pede?
Para assinalar a alternativa que apresenta o saldo correto das contas Patrimoniais e/ou de Resultado.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
Em primeiro lugar, é importante observar as datas. Todas as alternativas estão pedindo informações de 30/06/2016, data do desembaraço aduaneiro da máquina. Esse detalhe simplifica bastante as coisas.

De acordo com a NBC TG 02 – Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio:
“Uma transação em moeda estrangeira deve ser reconhecida contabilmente, no momento inicial, pela moeda funcional, mediante a aplicação da taxa de câmbio à vista entre a moeda funcional e a moeda estrangeira, na data da transação, sobre o montante em moeda estrangeira. ”

E a NBC TG 27 – Ativo Imobilizado:
“Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu custo.
O custo de um item do ativo imobilizado compreende:
(a) Seu preço de aquisição, acrescido de impostos de importação e impostos não recuperáveis sobre a compra, depois de deduzidos os descontos comerciais e abatimentos; ”

Agora, vamos analisar as alternativas:

A alternativa “A” está INCORRETA, pois afirma que o Passivo Circulante apresentou valor de R$ 90.000,00, quando na verdade, aplicando a taxa no momento inicial da transação, o valor a pagar foi de R$ 60.000,00.

A alternativa “B” está INCORRETA, pois apresenta o saldo do Imobilizado subtraído dos impostos de importação, quando a norma diz que estes impostos devem ser acrescidos.

A alternativa “C” está INCORRETA, pois afirma que o valor dos impostos de importação deve ser registrado como despesa, quando na verdade passa a integrar o custo de aquisição, e sendo assim, será registrado no Imobilizado.

A alternativa “D” está CORRETA, pois apresenta o saldo do Imobilizado, aplicando a taxa de câmbio da data da transação e somando o valor dos impostos de importação, conforme abaixo:
Guindaste = ES$ 15.000,00 x R$ 4,00 (em 30/06/16)
Guindaste = R$ 60.000,00 + Gastos de R$ 5.000,00
Guindaste = R$ 65.000,00

Gabarito: “D”

Resolução elaborada pelo colaborador Thiago Chaim.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Deus abençoe!
Muito sucesso!
Profª Yasmin

6 comentários:

  1. Boa tarde,

    Tenho uma dúvida.
    Como o pgto foi efetuado em 31.08.2016 o valor a ser pago não seria R$ 90.000,00?

    Gládis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, porém a questão pede o saldo de 30.6.2016 e não em em 31.08.2016

      Excluir
  2. Boa tarde,

    Tenho uma dúvida.
    Como o pgto foi efetuado em 31.08.2016 o valor a ser pago não seria R$ 90.000,00?

    Gládis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gládis, o valor a ser pago será de ES$ 15.000,00 que na ocasião do pagamento equivale a R$ 90.000,00.
      A empresa irá desembolsar esse valor, porém, o registro contábil no ativo imobilizado, de acordo com as normas, deve ser feito pelo valor da data da negociação.
      Espero ter esclarecido. Um abraço.

      Excluir
  3. Ótima explicação, fácil compreensão.

    ResponderExcluir