quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

CRC 02/2018 – Questão nº42 da Prova Branca (nº44 da Prova Verde, nº41 da Prova Amarela e nº43 da Prova Azul) – Contabilidade Geral


Uma empresa apresentava o seguinte balanço patrimonial em 31/12/2015:

Caixa
200.000
Capital Social
200.000

No ano de 2016 aconteceram os seguintes eventos: 
  • Compra de um veículo por R$ 30.000,00 à vista. A empresa espera utilizá-lo por dez anos, enquanto a vida útil fiscal é de cinco anos;
  • Apuração de receita de serviços no valor de R$ 70.000,00 à vista. Os custos eram de R$ 100.000,00 e foram pagos à vista.

No ano de 2017 aconteceram os seguintes eventos: 
  • Apuração de receita de serviços à vista no valor de R$ 120.000,00. Os custos eram de R$ 100.000,00 e foram pagos à vista.

Assinale o saldo do imposto de renda e contribuição social diferidos, apresentado no balanço patrimonial da empresa em 31/12/2017, considerando a alíquota de imposto de renda e contribuição social de 34% e que a empresa apresenta perspectiva de lucros futuros em todos os exercícios.

A) R$ 8.772,00.
B) R$ 9.034,00.
C) R$ 10.812,00.
D) R$ 12.852,00.


Resolução em texto elaborada pelo Profº Thiago:

1º) O que a questão pede?

Para identificar a alternativa que apresenta o saldo do IR e CS diferidos, apresentado no balanço de 31/12/2017.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Essa questão é um pouco mais complexa e precisa ser resolvida em duas partes. Primeiro determinando a diferença temporária tributável entre o valor contábil do veículo e a base fiscal. Isso acontece pois há diferença entre a depreciação contábil e a depreciação fiscal.

Depois disso, é preciso apurar o prejuízo fiscal e sua respectiva compensação.

O veículo foi adquirido em 2016 por R$ 30.000,00, a vida útil contábil é de 10 anos (depreciação de R$ 3.000,00 por ano) e a vida útil fiscal é de 5 anos (depreciação de R$ 6.000,00 por ano).

Considerando esses dados, teremos o seguinte:

Apuração Contábil

Apuração Fiscal
Custo Veículo
30.000,00

Custo Veículo
30.000,00
Depr. Contábil
3.000,00
X
Depr. Fiscal
6.000,00
Valor Contábil
27.000,00

Base Fiscal
24.000,00
Diferença 27.000,00 – 24.000,00 = 3.000,00

A diferença entre o valor contábil e a base fiscal é chamada de diferença temporária tributável. Portanto, deve ser reconhecido um passivo fiscal diferido aplicando a alíquota do IR e CS sobre essa diferença.

R$ 3.000 * 34% (alíquota fornecida no enunciado) = R$ 1.020,00

Esse valor representa o tributo sobre o lucro que a entidade pagará ao recuperar o valor contábil do ativo.

No caso desse exercício, vamos acumular esse valor tanto para o ano de 2016 quanto para o ano de 2017, obtendo:

1.020 + 1.020 = 2.040,00

Esse é o passivo fiscal diferido referente à diferença temporária tributável do ativo.

Agora vamos apurar o prejuízo fiscal referente a 2016:

Receita tributável
70.000,00
Custos dos Serviços Prestados
(100.000,00)
Depreciação para fins fiscais
(6.000,00)
Prejuízo Fiscal
(36.000,00)

O prejuízo fiscal pode ser compensado contra lucros tributáveis e por isso deve ser reconhecido como um ativo. O valor que será reconhecido é determinado aplicando a alíquota do IR e CS (34% de acordo com o enunciado) sobre o valor do prejuízo.

R$ 36.000,00 * 34% = R$ 12.240,00

Esse é o ativo fiscal diferido referente ao benefício referente ao prejuízo fiscal apurado em 2016.

Agora vamos apurar o resultado de 2017.

Receita tributável
120.000,00
Custos dos Serviços Prestados
(100.000,00)
Depreciação para fins fiscais
(6.000,00)
Lucro Tributável
14.000,00

Sobre esse valor a entidade pode compensar o equivalente a 30% do prejuízo do ano anterior, dessa forma:

14.000 x 30% = 4.200,00

Sobre esse valor temos de aplicar a alíquota dos tributos para identificar o valor do IR diferido, então:

4.200 x 34% = 1.428,00

Como esse valor, seria um valor “a pagar”, então ele vai reduzir o ativo fiscal diferido que foi registrado no ano anterior e assim teremos:

12.240,00 – 1.428,00 = 10.812,00

A questão está pedindo para calcularmos o valor do IR e CS diferido e não podemos esquecer que temos um passivo diferido da depreciação. Então vamos trazer para o ativo e reduzir o valor dele, da seguinte forma:

10.812,00 – 2.040,00 = 8.772,00


Esse é o valor do ativo diferido que a empresa possui.


Gabarito: “A”

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário