terça-feira, 27 de novembro de 2018

CRC 02/2018 – Questão nº36 da Prova Branca (nº33 da Prova Verde, nº36 da Prova Amarela e nº33 da Prova Azul) – Teoria da Contabilidade

De acordo com Iudícibus, Marion e Faria (2009), no começo do século XX presenciou-se a queda da chamada Escola Europeia (mais especificamente a Italiana) e a ascensão da chamada Escola Norte-Americana no mundo contábil. Em relação às razões que resultaram na ascensão da Escola Norte-Americana, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Ênfase ao Usuário da Informação Contábil: a Contabilidade é apresentada como algo útil para a tomada de decisões, evitando-se endeusar demasiadamente a contabilidade; atender os usuários é o grande objetivo.
( ) Ênfase à Contabilidade Aplicada: como herança dos ingleses e transparência para os investidores das sociedades anônimas (e outros usuários) nos relatórios contábeis, a auditoria é muito enfatizada.
( ) Ênfase a uma Contabilidade Teórica: principalmente à Contabilidade Gerencial. Ao contrário dos europeus, não havia uma preocupação com a teoria das contas, ou querer provar que a Contabilidade é uma ciência.
( ) Universidades em busca de qualidade: grandes quantias para as pesquisas no campo contábil, o professor em dedicação exclusiva e o aluno em período integral valorizavam o ensino nos Estados Unidos.

A sequência está correta em
A) V, F, F, V.
B) V, V, V, V.
C) F, V, V, F.
D) F, F, F, F.


Resolução em texto elaborada pelo Profº Thiago:

1º) O que a questão pede?

Para analisar as afirmativas apresentadas, julgar se são verdadeiras ou falsas e depois marcar a alternativa que apresente a sequência correta.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

De acordo com Iudícibus, Marion e Faria (2009, pg. 15):

“Algumas razões da queda da Escola Europeia (especificamente italiana):
- Excessivo culto à personalidade: grandes mestres e pensadores da contabilidade ganharam tanta notoriedade que passaram a ser vistos como “oráculos” da verdade contábil.
- Ênfase a uma contabilidade teórica: as mentes privilegiadas produziam trabalhos excessivamente teóricos, apenas pelo gosto de serem teóricos, difundindo-se ideias com pouca aplicação prática.
- Pouca importância à auditoria: principalmente na legislação italiana, o grau de confiabilidade e a importância da auditagem não eram enfatizados.
- Queda do nível das principais faculdades: principalmente as faculdades italianas, superpovoadas de alunos.”

Algumas razões da ascensão da Escola Norte-americana:
- Ênfase ao usuário da informação contábil: a contabilidade é apresentada como algo últil para a tomada de decisões, evitando-se endeusar demasiadamente a Contabilidade; atender os usuários é o grande objetivo.
- Ênfase à contabilidade aplicada: principalmente à contabilidade gerencial. Ao contário dos europeus, não havia uma preocupação com a teoria das contas, ou querer provar que a contabilidade é uma ciência.
- Bastante importância à auditoria: como herança dos ingleses e transparência para os investidores das sociedades anônimas (e outros usuários) nos relatórios contábeis, a auditoria é muito enfatizada.
- Universidades em busca de qualidade: grandes quantias para as pesquisas no campo contábil, o professor em dedicação exclusiva, o aluno em período integral valorizaram o ensino nos Estados Unidos.”

Baseado na literatura disponível e comparando com as afirmativas apresentadas no enunciado, concluímos que a sequência correta é V, F, F e V.

Gabarito: “A”

Fonte: IUDÍCIBUS, S.D; MARINON, J.C; FARIA, A.C. Introdução à Teoria da Contabilidade. Para o Nível de Graduação. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2009. Pg. 15.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário