quarta-feira, 3 de outubro de 2018

CRC 02/2018 – Questão nº03 da Prova Branca (nº09 da Prova Verde, nº01 da Prova Amarela e nº07 da Prova Azul) – Contabilidade Geral

A Sociedade Empresária Alfa e a Sociedade Empresária Beta apresentaram os seguintes Balanços Patrimoniais não consolidados e encerrados em 31/12/2017. A Sociedade Empresária Alfa é controladora da Sociedade Empresária Beta e avalia o investimento pelo método da equivalência patrimonial.


Outras informações:
  • Durante o ano de 2017 Beta vendeu, a prazo, mercadorias de seu estoque para Alfa por R$ 300.000,00, com margem de lucro de 50%. Metade dessas mercadorias ainda se encontra nos estoques de Alfa.
  • No Balanço Patrimonial não consolidado de Alfa, a conta Investimentos em Beta não contém qualquer tipo de ágio.

Considerando-se apenas as informações apresentadas e a NBC TG 36 (R3) – Demonstrações consolidadas e ITG 09 (R1) – Demonstrações contábeis individuais, demonstrações separadas, demonstrações consolidadas e aplicação do método da equivalência patrimonial, assinale o saldo em Ativo Circulante que deveria ser divulgado pela Sociedade Empresária Alfa em seu Balanço Patrimonial Consolidado em 31/12/2017.

A) R$ 970.000.
B) R$ 1.195.000.
C) R$ 1.270.000.
D) R$ 1.570.000.


Resolução em texto elaborada pela Profª Yasmin:

1º) O que a questão pede?

O saldo em Ativo Circulante a ser divulgado pela Sociedade Empresária Alfa em seu Balanço Patrimonial Consolidado em 31/12/2017.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Bom, essas questões que envolvem consolidação de balanços e equivalência patrimonial costumam ser o grande “terror” dos candidatos no dia do exame.

Se você não souber algumas “regrinhas” básicas, pode cair no erro de achar que bastaria somar os “Ativos Circulantes” das empresas, achar o valor de R$ 1.570.000 e marcar a letra “D”, conforme podemos ver isso abaixo:

Ativo Circulante da Empresa Alfa:
620.000 + 150.000 = 770.000,00

Ativo Circulante da Empresa Beta:
350.000 + 300.000 + 150.000 = 800.000,00

Total do Ativo Circulante Consolidado (Alfa + Beta):
770.000 + 880.000 = R$ 1.570.000

Mas calma, infelizmente não é assim tão simples!

Quando vamos fazer a consolidação de balanços, existem certos ajustes que necessitam ser feitos e, algum deles são de operações que as empresas fizeram entre elas. Essas operações que as empresas fazem entrem elas precisam ser “eliminadas” para que não ocorra um “inchamento artificial” no balanço consolidado.

Nessa questão, o enunciado nos traz a seguinte informação que precisa ser analisada, para verificar os ajustes a serem feitos:

“Durante o ano de 2017 Beta vendeu, a prazo, mercadorias de seu estoque para Alfa por R$ 300.000,00, com margem de lucro de 50%. Metade dessas mercadorias ainda se encontra nos estoques de Alfa.”

Isso significa que, dentro do saldo de “150.000,00” de Estoques da empresa Alfa, existe 50% de lucro “embutido” da empresa Beta que deve ser eliminado. Então, precisaremos eliminar: 150.000 x 50% = R$ 75.000,00

Além disso, essa mercadoria foi vendida a prazo, pois ao analisarmos o Balanço individual de cada uma, percebemos que existe um “contas a pagar e a receber” de R$ 300.000 entre elas. Isso significa que, no Ativo Circulante da empresa Beta, temos que eliminar os R$ 300.000,00 que ela tem à receber de Alfa.

Sendo assim, o saldo em Ativo Circulante a ser divulgado pela Sociedade Empresária Alfa em seu Balanço Patrimonial Consolidado em 31/12/2017 será:

   R$ 1.570.000
   (R$ 75.000)
   (R$ 300.000)
= R$ 1.195.000

Gabarito: “B”

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

9 comentários:

  1. Profª Yasmin, boa tarde.

    Tenho uma dúvida com relação a essa questão. Onde ele diz que houve venda no valor de R$ 300.000,00 com margem de lucro de 50%. Para saber o valor do lucro na operação e consequentemente o valor do lucro não realizado a ser excluído na consolidação.

    Calculei que o valor do lucro na operação é de R$ 100.000,00, pois seo lucro foi de 50% co receita de R$ 300.000,00, o cálculo matemático e de R$ 200.000,00 de Custo da Mercadoria e R$ 100.000,00 que corresponde a 50% de margem de lucro. O valor de R$ 150.000,00 nos R$ 300.000,00 configura 100% de margem de lucro. Nesse caso, como já tinha vendido metade do estoque, já tinha reconhecido metade do lucro, portanto o valor a ser eliminado é de R$ 50.000,00. Nesse caso, o valor do AC será de R$ 1.220.000,00. Para mim, essa questão deveria ter sido anulada, apenas pelo cálculo do percentual do lucro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Você está fazendo confusão de conceitos. A margem de lucro é calculada a partir do Preço de Venda. Se analisar de maneira lógica, a última linha da DRE é Lucro do Exercício, ou seja, depois de se deduzir todos os gastos (custos e despesas) o que sobra é o lucro (ou prejuízo). No caso em que a receita foi de 300.000 e gastos de 150.000, sobrará 150.000 que corresponde a 50% da receita total.

      Falar que a empresa obteve 100% de lucro, é o mesmo que dizer que ela auferiu receita e não teve nenhum gasto, pois é o mesmo que dizer que a totalidade do valor recebido é lucro. Considerando esse raciocínio, eu arrisco dizer que 100% de lucro não existe.

      Espero ter colaborado. Um abraço.

      Excluir
    2. Entendo a sua colocação, mas não consegui me convencer dela, pois a questão não apresenta nenhuma DRE, apenas valores patrimoniais, portanto sem a possibilidade de calcularmos o resultado em si. O avaliador informa a receita de venda, informa o valor da margem de lucro dessa receita, cabe calcular o valor do custo da mercadoria e do lucro incluso na venda total, para que seja possível a eliminação desse lucro. Levando em consideração que a empresa adquirente tem em seus estoques o custo e o lucro da negociação com sua investida.

      Com relação ao conceito de lucro, discordo frontalmente com sua posição, haja vista que a Receita foi de um valor, R$ 300 mil, e cálculo de custo das mercadorias em R$ 150 mil (meu entendimento), e com isso temos receita, custo e resultado. Não houve confusão com os conceitos de faturamento e resultado, o que são sabidamente diferentes.

      Um bom ponto para aprofundamento de estudos nesse CPC e na lei.

      Excluir
    3. Boa noite. Eu não tenho a pretensão de te convencer a nada, meu papel aqui é tão somente expor os conhecimentos.
      A questão não precisa apresentar DRE. Apenas juntando as informações apresentadas é possível concluir o que foi explicado pela Yasmin.

      A receita de venda = 100%, ao se subtrair todos os gastos, vai sobrar um valor. Na questão em tela o único gasto apresentado foi o CMV, por isso, a conclusão de que o valor restante seja o lucro. Logo: 150.000 (lucro) / 300.000 (receita) = 0,5 = 50% (margem de lucro).

      Esse tema tem uma relação intrínseca com a formação do preço de venda, onde a empresa utiliza todos os gastos juntamente com o lucro desejado para se obter o preço de venda. Veja como funciona o markup e vai entender o que quero dizer.

      Quanto aos conceitos de lucro, não é invenção minha.
      "Margem de lucro é a porcentagem adicionada aos custos totais, de um produto ou serviço, formando o preço final da comercialização e definindo a porcentagem de lucro que a empresa terá em cima daquela venda." (Fonte: https://blog.contaazul.com/glossario/margem-de-lucro/)

      "Esta margem serve para determinar o valor que um produto deve ser vendido, que é considerando todos os custos que a empresa possui, sejam estes variáveis, fixos, impostos ou depreciações" (Fonte: https://www.dicionariofinanceiro.com/margem-de-lucro/)

      "A margem de lucro mede quanto uma empresa ganha em cima de suas vendas, e é um valor embutido no preço." (Fonte: https://endeavor.org.br/financas/margem-de-lucro/)

      Obrigado por participar do blog. Espero ter ajudado. Um abraço.

      Excluir
    4. Concordo com o Thiago, também questionei inclusive a CONSULPLAN E ELES NÃO MANIFESTARAM...
      Total do Ativo Circulante da Sociedade Empresária Alfa S/A
      R$ 620.000,00 + R$ 150.000,00 = R$ 770.000,00

      Total do Ativo Circulante Sociedade Empresária Beta
      R$ 350.000,00 + R$ 300.000,00 + R$ 150.000,00 = R$ 800.000,00

      Total do Ativo Circulante Consolidado
      R$ 770.000,00 + R$ 800.000,00 = R$ 1.570.000,00

      Dentro do Ativo Ciculante tem o Contas a Receber que deve ser eliminado com o Conta a Pagar.
      R$ 1.570.000,00 - R$ 300.000,00 = R$ 1.270.000,00
      Agora dentro do Estoque da Sociedade Empresária Alfa S/A existe um lucro de 50% que deve ser eliminado
      Pode-se dizer que o total da venda corresponde 150%, sendo 100% custo do estoque + 50% lucro.
      Isso equivale dizer que o custo do estoque é: R$ 150.000,00 / 1,50 = R$ 100.000,00
      R$ 150.000,00 - R$ 100.000,00 = R$ 50.000,00

      PORTANTO O VALOR TOTAL DO ATIVO CIRCULANTE É: R$ 1.220.000,00

      Se o valor do estoque já consta 50% de lucro, não pode simplesmente calcular 50% do estoque, visto que, a margem do lucro é 50% e o custo é 100%.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Cleyton, obrigado por participar. Respondi o comentário acima.
      Um abraço.

      Excluir
  3. dá onde deu 880,00, não é 800,00???

    ResponderExcluir