quinta-feira, 16 de agosto de 2018

CRC 01/2018 – Questão nº36 da Prova Branca (nº39 da Prova Verde, nº37 da Prova Amarela e nº38 da Prova Azul) – Teoria da Contabilidade

As características qualitativas da informação contábil-financeira útil traduzem os tipos de informação requeridas e consideradas mais úteis pelos usuários (investidores, credores por empréstimos, governo, funcionários, entre outros), existentes ou em potencial, para tomada de decisões acerca da entidade analisada. Nesse contexto, para ser útil a informação contábil-financeira necessita ser relevante e representar fidedignamente o que se propõe a representar e a utilidade da informação contábil-financeira é melhorada se ela for comparável, verificável, tempestiva e compreensível. De acordo com essa breve contextualização, analise as afirmativas, referentes às características qualitativas da informação contábil útil, marque V para as verdadeiras e F para as falsas.

( ) Para ser representação perfeitamente fidedigna, a realidade contábil-financeira retratada precisa ter três atributos. Ela tem que ser completa, neutra e livre de erro.
( ) Tempestividade é a característica qualitativa que permite que os usuários identifiquem e compreendam similaridades dos itens e diferenças entre eles.
( ) A verificabilidade significa que diferentes observadores, cônscios e independentes, podem chegar a um consenso, embora não cheguem necessariamente a um completo acordo.
( ) Os custos decorrentes da informação devem exceder os benefícios de produzi-la.

A sequência está correta em

A) V, V, V, F.
B) V, V, V, V.
C) V, F, V, F.
D) V, F, V, V.


Resolução em texto elaborada pelo Profº Thiago:

1º) O que a questão pede?

Para analisar as afirmativas apresentadas em verdadeiras ou falsas e depois identificar a alternativa que apresente a sequência correta.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Vamos utilizar como base a NBC TG – Estrutura Conceitual para analisar e julgar as afirmativas apresentadas.

“QC12. Os relatórios contábil-financeiros representam um fenômeno econômico em palavras e números. Para ser útil, a informação contábil-financeira não tem só que representar um fenômeno relevante, mas tem também que representar com fidedignidade o fenômeno que se propõe apresentar. Para ser representação perfeitamente fidedigna, a realidade retratada precisa ter três atributos. Ela tem que ser completa, neutra e livre de erro. É claro, a perfeição é rara, se de fato alcançável. O objetivo é maximizar referidos atributos na extensão que seja possível.”

Como podem ver, a primeira afirmativa é um trecho extraído do item QC12 da norma e, portanto, VERDADEIRA.

“QC29. Tempestividade significa ter informação disponível para tomadores de decisão a tempo de poder influenciá-los em suas decisões. Em geral, a informação mais antiga é a que tem menos utilidade. Contudo, certa informação pode ter o seu atributo tempestividade prolongado após o encerramento do período contábil, em decorrência de alguns usuários, por exemplo, necessitarem identificar e avaliar tendências.”

O trecho acima é o item da norma que define o conceito de tempestividade. A segunda afirmativa do exercício apresenta, na verdade, o conceito da Comparabilidade e por isso é FALSA.

“QC26. A verificabilidade ajuda a assegurar aos usuários que a informação representa fidedignamente o fenômeno econômico que se propõe representar. A verificabilidade significa que diferentes observadores, cônscios e independentes, podem chegar a um consenso, embora não cheguem necessariamente a um completo acordo, quanto ao retrato de uma realidade econômica em particular ser uma representação fidedigna. Informação quantificável não necessita ser um único ponto estimado para ser verificável. Uma faixa de possíveis montantes com suas probabilidades respectivas pode também ser verificável.”

A terceira afirmativa é, também, um trecho extraído do item QC26 da norma e, portanto, VERDADEIRA.

“QC35. O custo de gerar a informação é uma restrição sempre presente na entidade no processo de elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro. O processo de elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro impõe custos, sendo importante que ditos custos sejam justificados pelos benefícios gerados pela divulgação da informação. Existem variados tipos de custos e benefícios a considerar.”

A norma trata sobre esse assunto dos itens QC35 até o QC39 e o objetivo não é quantificar os benefícios obtidos e nem os custos incorridos para gerar e divulgar os relatórios. O tema é bastante subjetivo e os entendimentos sobre quantificar um ou outro podem variar, por isso a norma orienta apenas que os benefícios proporcionados pelos relatórios devem ser avaliados a ponto de justificar os custos para fornecer a informação.

Dessa forma, podemos concluir que a quarta alternativa é FALSA.

Assim, chegamos na sequência: V, F, V, F.

Gabarito: “C”

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário