quarta-feira, 8 de agosto de 2018

CRC 01/2018 – Questão nº29 da Prova Branca (nº28 da Prova Verde, nº28 da Prova Amarela e nº29 da Prova Azul) – Contabilidade de Custos

Uma indústria produz apenas um produto e utiliza apenas uma matéria-prima em sua fabricação. A equipe de Contabilidade Gerencial efetua mensalmente uma confrontação entre o custo real e o custo padrão. A análise da variação (desvio) ocorrida entre o custo padrão e o custo real da matéria-prima é parte relevante do controle de custos. A análise da variação é feita seguindo os parâmetros ilustrados na figura a seguir.

O custo-padrão da matéria-prima para uma unidade do produto é dado por: CP (Matéria-Prima) =1.100 kg x R$ 150,00/kg = R$ 165.000,00. Para o mês de maio de 2018, a indústria apurou que o custo da matéria-prima para uma unidade do produto foi igual a R$ 198.000,00. Sabe-se que em maio de 2018 o preço da matéria sofreu um aumento de 10% em relação ao padrão e que a quantidade real por unidade de produto foi igual a 1.200 kg.

Considerando-se apenas as informações apresentadas, a variação (desvio) desfavorável no custo matéria-prima no mês de maio de 2018 devido ao aumento no preço foi de:

A) R$ 1.500,00.
B) R$ 15.000,00.
C) R$ 16.500,00.
D) R$ 33.000,00.


Resolução em texto elaborada pela Profª Yasmin:

1º) O que a questão pede?

O valor da variação, ou seja, do “desvio” no custo da matéria-prima no mês de maio de 2018, devido ao aumento de preço.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Vamos confrontar o “custo padrão” com o “custo real” para acharmos essa variação.

Primeiro, vamos verificar a variação dos preços, sendo:

Preço padrão = R$ 150,00
Preço real (com o aumento de 10%) = R$ 165,00
Ou seja, até aqui já tivemos uma variação de preço desfavorável de R$ 15,00 por unidade.

Agora para sabermos essa variação total, basta multiplicarmos pelo custo-padrão das quantidades produzidas, que é de 1.100 kg. Sendo assim:

Variação = 1.100 kg x R$ 15,00
Variação = R$ 16.500,00

Gabarito: “C”

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

2 comentários:

  1. Não entendi.

    Pelo o que eu entendi do enunciado.

    Normalmente, para produzir 1 unidade do produto: 1.100Kg x R$150,00/Kg = R$165.000,00

    1 Produto = R$165.000,00

    No mês seguinte tivemos um aumento de 10% no preço da Matéria prima, passando a ser R$165,00/Kg, porém também tivemos um aumento real na quantidade de Kg de MP utilizada para produzir 1 produto, utilizando 1200Kg.

    Logo no mês de maio 2018 utilizamos para fazer 1 produto: 1.200Kg x R$165,00/Kg = R$198.000,00.

    R$198.000,00 - R$165.000,00 = R$33.000,00.

    Alguém sabe me dizer a parte que eu interpretei errado o enunciado?

    ResponderExcluir
  2. ola lucas monteiro. errei a questão seguindo essa mesma linha de raciocínio. Mas ao me deparar com essa resolução, fui analisar minunciosamente o enunciado e percebi que há um ponto chave de interpretação nesse trecho
    "a variação (desvio) desfavorável no custo matéria-prima no mês de maio de 2018 devido ao aumento no preço foi de:"

    analisando bem o autor da questão quer saber a variação no (custo matéria-prima), pensando nisso desconsidera-se a quantidade de aumento da matéria-prima que ele passou a utilizar para produzir um produto, nesse caso fazemos o calculo:

    custo padrão: 1.100kg x R$150,00/kg = R$ 165.000,00

    e agora o custo considerando o aumento de 10%.

    custo mês de maio: 1.100kg x R$ 165,00 = R$181.500,00

    subtraímos os valores para achar o desvio (desfavorável) no custo da matéria-prima:

    R$165.000,00 - R$181.500,00 = (R$16.500,00)

    logo temos um desvio (desfavorável) de R$16.500,00.

    lembrando que o enunciado pede a variação (desvio) desfavorável no CUSTO da matéria prima.

    ResponderExcluir