sábado, 28 de julho de 2018

CRC 01/2018 – Questão nº20 da Prova Branca (nº21 da Prova Verde, nº19 da Prova Amarela e nº20 da Prova Azul) – Princípios e Normas Brasileiras

A definição de moeda funcional é detalhada no Pronunciamento Técnico CPC (02). A entidade deve considerar os seguintes fatores na determinação de sua moeda funcional, EXCETO:

A) O ambiente econômico principal no qual a entidade opera.
B) Se é a que mais influencia os custos para o fornecimento de produtos ou serviços.
C) Que esta determinação pode ser livremente alterada pela Administração da Sociedade.
D) Se é aquela por meio da qual são originados recursos das atividades de financiamento da Sociedade.


Resolução em texto elaborada pelo Profº Thiago:

1º) O que a questão pede?

Para identificar a alternativa que apresente a afirmativa INCORRETA sobre a definição de moeda funcional, de acordo com o CPC.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Utilizaremos o CPC 02 – Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis para a fundamentação dessa resolução apenas pelo fato do enunciado da questão ter mencionado este dispositivo. Além disso, vou colocar apenas os trechos que são essenciais para a resolução desta questão e, como sempre, recomendo que leiam esses tópicos na íntegra e aprofundem os estudos sobre este tema.

O CPC apresenta a definição de moeda funcional como sendo “a moeda do ambiente econômico principal do qual a entidade opera”.

Depois disso, o Pronunciamento faz o detalhamento da definição de moeda funcional:

“9. O ambiente econômico principal no qual a entidade opera é normalmente aquele em que principalmente ela gera e despende caixa. A entidade deve considerar os seguintes fatores na determinação de sua moeda funcional:
(a) a moeda:
(i) ...
(ii) ...
(b) a moeda que mais influencia fatores como mão de obra, matéria-prima e outros custos para o fornecimento de bens ou serviços (geralmente é a moeda na qual tais custos estão expressos e são liquidados).”

“10. Os seguintes fatores também podem servir como evidências para determinar a moeda funcional da entidade:
(a) a moeda por meio da qual são originados recursos das atividades de financiamento (exemplo: emissão de títulos de dívida ou ações)
(b) ...”

Além desses dois itens, o CPC apresenta outros fatores que podem ser considerados na determinação da moeda funcional da entidade, mas nenhum deles dispõe que essa determinação pode ser alterada livremente pela Administração da Sociedade.

Portanto, analisando as alternativas apresentadas e relacionado com as disposições do CPC 02, concluímos que todas as alternativas, exceto a “C”, devem ser considerados na determinação da moeda funcional.

Gabarito: “C”

Link para o CPC 02:

Link para a NBC TG 02:

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário