sexta-feira, 20 de julho de 2018

CRC 01/2018 – Questão nº13 da Prova Branca (nº14 da Prova Verde, nº18 da Prova Amarela e nº11 da Prova Azul) – Teoria da Contabilidade

De acordo com a Estrutura Conceitual Básica da contabilidade brasileira, um ativo pode ser considerado como circulante em determinadas ocasiões. Das situações a seguir, qual NÃO condiz com a classificação de ativo circulante?

A) Quando o ativo está mantido essencialmente com o propósito de ser negociado.
B) Quando espera-se que o ativo seja realizado, ou pretende-se que seja vendido ou consumido no decurso normal do ciclo operacional da entidade.
C) Quando o ativo é caixa ou equivalente de caixa, a menos que sua troca ou uso para liquidação de passivo se encontre vedada durante pelo menos doze meses após a data do balanço.
D) Quando o ativo representar direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da companhia ou da empresa ou exercidos com essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens.


Resolução em texto elaborada pela Profª Yasmin:

1º) O que a questão pede?

Que assinalemos a alternativa do que NÃO condiz com a classificação de ativo circulante, de acordo com a Estrutura Conceitual Básica da contabilidade brasileira.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?

Trata-se de uma questão de teoria básica da contabilidade, onde temos que identificar o que não é ativo circulante.

A NBC TG 26 – Apresentação das Demonstrações Contábeis, em seu item 66, nos traz os conceitos de como deve ser classificado um Ativo Circulante. Vejamos:

“O ativo deve ser classificado como circulante quando satisfizer qualquer dos seguintes critérios:
(a) espera-se que seja realizado, ou pretende-se que seja vendido ou consumido no decurso normal do ciclo operacional da entidade;
(b) está mantido essencialmente com o propósito de ser negociado;
(c) espera-se que seja realizado até doze meses após a data do balanço; ou
(d) é caixa ou equivalente de caixa (conforme definido na NBC TG 03), a menos que sua troca ou uso para liquidação de passivo se encontre vedada durante pelo menos doze meses após a data do balanço.
Todos os demais ativos devem ser classificados como não circulante.”

Então, comparando com as alternativas, vemos que o que não condiz com o ativo circulante é o que diz na letra “D”:
D) Quando o ativo representar direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da companhia ou da empresa ou exercidos com essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens.

Se analisarmos bem, vemos claramente que a letra “D” nos traz o conceito de bens do “ativo imobilizado”, que são classificados dentro do ativo não circulante.

Gabarito: “D”

Baixe aqui a NBC TG 26 – Apresentação das Demonstrações Contábeis:

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Participe do nosso grupo no Facebook!
Se inscreva no nosso canal no Youtube!
Compartilhe com os amigos!

Deus abençoe!
Grande abraço!
Bons estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário