quinta-feira, 2 de março de 2017

Questão 44 – CRC 02/2016 – Prova Bacharel – Auditoria

Uma equipe de Profissionais de Auditoria Independente foi contratada para auditar as Demonstrações Contábeis de uma Sociedade Empresária cuja atividade é a compra e venda de mercadorias. Ao realizar os procedimentos de auditoria no estoque de mercadorias, os Profissionais de Auditoria confeccionaram o seguinte papel de trabalho:
(clique na imagem para ampliar)
A quantidade inventariada corresponde exatamente à quantidade de mercadorias constantes no sistema informatizado de controle de estoques.

Após avaliar as informações evidenciadas no papel de trabalho e considerando-se que a empresa não havia realizado nenhum ajuste, os Profissionais de Auditoria devem requerer à Sociedade Empresária que faça um:

a) ajuste equivalente ao aumento no montante de R$4.500,00, referente ao saldo do estoque da Mercadoria IV.
b) ajuste equivalente à redução no montante de R$360,00, referente ao saldo do estoque da Mercadoria III.
c) ajuste equivalente à redução no montante de R$300,00, referente ao saldo do estoque da Mercadoria II.
d) ajuste equivalente ao aumento no montante de R$2.000,00, referente ao saldo do estoque da Mercadoria I.

Passo-a-passo da resolução em texto:

1º) O que a questão pede?
Para assinalar a alternativa que apresente o ajuste requerido pelos profissionais de auditoria.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
Antes de resolver a questão, vamos ler o que diz a NBC TG 01 – Redução ao Valor Recuperável de Ativos:

“O objetivo desta Norma é estabelecer procedimentos que a entidade deve aplicar para assegurar que seus ativos estejam registrados contabilmente por valor que não exceda seus valores de recuperação. Um ativo está registrado contabilmente por valor que excede seu valor de recuperação se o seu valor contábil exceder o montante a ser recuperado pelo uso ou pela venda do ativo. Se esse for o caso, o ativo é caracterizado como sujeito ao reconhecimento de perdas, e a Norma requer que a entidade reconheça um ajuste para perdas por desvalorização. A Norma também especifica quando a entidade deve reverter um ajuste para perdas por desvalorização e estabelece as divulgações requeridas.”

Basicamente, a norma define que os ajustes devem ser feitos somente quando o valor contábil for MAIOR que o valor recuperável.

Com isso em mente, vamos comparar o valor contábil dos itens do estoque com o valor realizável líquido, apresentados pelo exercício.

Para fazer isso, vamos primeiro multiplicar a quantidade de itens no estoque pelo custo de aquisição e encontraremos o seguinte:

Mercadoria
Valor Contábil (R$)
I
8.000,00
II
1.800,00
III
4.140,00
IV
10.500,00

Agora, vamos comparar o valor contábil com o valor realizável líquido e identificar qual mercadoria possui o valor contábil MAIOR que o valor realizável.

Mercadoria
Vlr. Contábil (1)
Vlr. Real. Líq. (2)
Diferença (1 – 2)
I
8.000,00
10.000,00
(2.000,00)
II
1.800,00
1.500,00
300,00
III
4.140,00
4.500,00
(360,00)
IV
10.500,00
15.000,00
(4.500,00)

Analisando a tabela acima, podemos concluir que a única mercadoria que possui valor contábil MAIOR que o valor Realizável é a mercadoria II e seguindo a NBC TG 01, esse é o único item que deve sofrer um ajuste por desvalorização.

Observando as alternativas, podemos eliminar, logo de cara, a “A” e a “D”, pois ambas sugerem que seja feito um ajuste por conta do aumento e acabamos de verificar que o ajuste só deve ser feito por desvalorização.

A alternativa “B” está incorreta, pois sugere um ajuste por redução, mas já verificamos que o valor contábil é menor que o valor realizável e sendo assim, não há o que reduzir no valor da mercadoria.

Portanto, a alternativa “C” está CORRETA.

Gabarito: “C”

Resolução elaborada pelo colaborador Thiago Chaim.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Deus abençoe!
Muito sucesso!
Profª Yasmin

Nenhum comentário:

Postar um comentário