terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Questão 22 – CRC 02/2016 – Prova de Bacharel – Contabilidade Geral

Uma Sociedade Empresária que desenvolve atividades rurais apresentou a seguinte posição em 31.12.2015:
(clique na imagem para ampliar)
Informações:
  • As colheitadeiras foram adquiridas e estavam disponível para uso na mesma data; o valor residual do grupo de colheitadeiras é de R$200.000,00 e a vida útil prevista é de 10 anos.
  • A partir de 1º.1.2016, essas colheitadeiras passaram a ser classificadas no grupo Ativo Não Circulante Mantido para Venda, pois foram desativadas em função da aquisição de outras colheitadeiras mais modernas.
  • Em 1º.1.2016, o valor justo menos as despesas de venda das antigas colheitadeiras foi estimado em R$1.500.000,00.
  • Em 31.3.2016, as colheitadeiras antigas foram vendidas por R$1.300.000,00 à vista.


Considerando-se as informações apresentadas e a NBC TG 31 (R3) – ATIVO NÃO CIRCULANTE MANTIDO PARA VENDA E OPERAÇÃO DESCONTINUADA, na venda das colheitadeiras a Sociedade Empresária apresentou:

a) perda de R$60.000,00.
b) ganho de R$140.000,00.
c) ganho de R$200.000,00.
d) perda de R$200.000,00.

Passo-a-passo da resolução em texto:

1º) O que a questão pede?
O resultado correto apresentado pela Sociedade Empresária na venda das colheitadeiras.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
Para responder essa questão, bastava saber o que a norma exige como condição para que os ativos possam ser classificados como Mantidos para Venda.

Segue o texto da NBC TG 31 – Ativo Não Circulante Mantido para Venda e Operação Descontinuada:
“Em particular, a Norma exige que os ativos que satisfazem aos critérios de classificação como mantidos para venda sejam:
(a)      Mensurados pelo menor entre o valor contábil até então registrado e o valor justo menos as despesas de venda, e que a depreciação ou a amortização desses ativos cesse; ”

Vamos começar por identificar o valor contábil do bem até o momento em passaram a ser classificadas como Mantidos para Venda.

Sabemos que o Valor Contábil = Custo de aquisição – Depreciação / Amortização / Exaustão – Impairment (Perda ao Valor Recuperável).
Então, R$ 2.600.000,00 – R$ 1.440.000,00 = R$ 1.160.000,00.

O valor justo menos as despesas de venda foi informado na questão e é de R$ 1.500.000,00.

A Norma estabelece para utilizarmos o menor valor entre os dois, nesse caso, é o valor contábil.

Para saber o resultado da operação de venda, basta fazer a diferença entre o valor da venda com o valor contábil, ou seja,
R$ 1.300.000,00 – R$ 1.160.000,00 = R$ 140.000,00

Portanto, houve um ganho de R$ 140.000,00.

Gabarito: “B”

Resolução elaborada pelo colaborador Thiago Chaim.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Deus abençoe!
Muito sucesso!
Profª Yasmin

9 comentários:

  1. muito obrigado, Deus o abençoe sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo carinho, Washington. Um abraço

      Excluir
  2. Respostas
    1. Cláudia, o valor residual é utilizado apenas para determinar o valor do bem que será depreciado. Como a questão não exigiu que calculássemos a depreciação do bem, ele não precisou ser utilizado.
      Um abraço.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. E a depreciação dos outros três meses, referente a 01/01/16 a 31/03/2016? No caso 60.000 a mais de depreciação que poderia ser acrescido, e por consequência aumentando ainda mais o ganho? No caso para 200.000 alternativa "c".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucas,
      A Norma estabelece que a partir do momento em que o bem é colocado como Mantido para Venda, não deve mais reconhecer o valor de depreciação.
      Espero ter ajudado. Um abraço.

      Excluir
  5. Acredito que seja por ocasião disso...
    A partir de 1º.1.2016, essas colheitadeiras passaram a ser classificadas no grupo Ativo Não Circulante Mantido para Venda, pois foram desativadas em função da aquisição de outras colheitadeiras mais modernas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel,
      Exatamente. Pelo fato do bem estar reconhecido como Mantido para Venda, a norma estabelece que não deve mais haver depreciação.
      Obrigado pela contribuição. Um abraço

      Excluir