terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Questão 22 – CRC 02/2016 – Prova de Bacharel – Contabilidade Geral

Uma Sociedade Empresária que desenvolve atividades rurais apresentou a seguinte posição em 31.12.2015:
(clique na imagem para ampliar)
Informações:
  • As colheitadeiras foram adquiridas e estavam disponível para uso na mesma data; o valor residual do grupo de colheitadeiras é de R$200.000,00 e a vida útil prevista é de 10 anos.
  • A partir de 1º.1.2016, essas colheitadeiras passaram a ser classificadas no grupo Ativo Não Circulante Mantido para Venda, pois foram desativadas em função da aquisição de outras colheitadeiras mais modernas.
  • Em 1º.1.2016, o valor justo menos as despesas de venda das antigas colheitadeiras foi estimado em R$1.500.000,00.
  • Em 31.3.2016, as colheitadeiras antigas foram vendidas por R$1.300.000,00 à vista.


Considerando-se as informações apresentadas e a NBC TG 31 (R3) – ATIVO NÃO CIRCULANTE MANTIDO PARA VENDA E OPERAÇÃO DESCONTINUADA, na venda das colheitadeiras a Sociedade Empresária apresentou:

a) perda de R$60.000,00.
b) ganho de R$140.000,00.
c) ganho de R$200.000,00.
d) perda de R$200.000,00.

Passo-a-passo da resolução em texto:

1º) O que a questão pede?
O resultado correto apresentado pela Sociedade Empresária na venda das colheitadeiras.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
Para responder essa questão, bastava saber o que a norma exige como condição para que os ativos possam ser classificados como Mantidos para Venda.

Segue o texto da NBC TG 31 – Ativo Não Circulante Mantido para Venda e Operação Descontinuada:
“Em particular, a Norma exige que os ativos que satisfazem aos critérios de classificação como mantidos para venda sejam:
(a)      Mensurados pelo menor entre o valor contábil até então registrado e o valor justo menos as despesas de venda, e que a depreciação ou a amortização desses ativos cesse; ”

Vamos começar por identificar o valor contábil do bem até o momento em passaram a ser classificadas como Mantidos para Venda.

Sabemos que o Valor Contábil = Custo de aquisição – Depreciação / Amortização / Exaustão – Impairment (Perda ao Valor Recuperável).
Então, R$ 2.600.000,00 – R$ 1.440.000,00 = R$ 1.160.000,00.

O valor justo menos as despesas de venda foi informado na questão e é de R$ 1.500.000,00.

A Norma estabelece para utilizarmos o menor valor entre os dois, nesse caso, é o valor contábil.

Para saber o resultado da operação de venda, basta fazer a diferença entre o valor da venda com o valor contábil, ou seja,
R$ 1.300.000,00 – R$ 1.160.000,00 = R$ 140.000,00

Portanto, houve um ganho de R$ 140.000,00.

Gabarito: “B”

Resolução elaborada pelo colaborador Thiago Chaim.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Deus abençoe!
Muito sucesso!
Profª Yasmin

2 comentários:

  1. muito obrigado, Deus o abençoe sempre

    ResponderExcluir
  2. No caso dessa questão, se o valor Justo fosse menor, nós o consideraríamos. No entanto, o resultado da operação de venda seria o valor de venda menos o valor justo ?

    ResponderExcluir