terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Questão 17 – CRC 02/2016 – Prova de Bacharel – Contabilidade Geral

Uma Sociedade Empresária adquiriu um equipamento de uso por R$150.000,00 e pagou da seguinte forma: 30% à vista, em dinheiro, e o restante em três parcelas mensais e iguais sem juros. Nessa operação, houve incidência de 12% referentes ao ICMS não recuperável.

Para a contabilização da operação, não foi considerado o Ajuste a Valor Presente por não ser relevante.

Após a contabilização dessa operação, o patrimônio da Sociedade Empresária evidenciará um aumento líquido:

a) no Passivo, de R$ 45.000,00.
b) em Fornecedores Nacionais, de R$45.000,00.
c) em Máquinas e Equipamentos, de R$105.000,00.
d) no Ativo, de R$105.000,00.

Passo-a-passo da resolução em texto:

1º) O que a questão pede?
A contabilização da operação de compra de um equipamento de uso.

2º) Qual estratégia vamos usar para resolver?
A primeira coisa que precisamos ter em mente é que o exercício nos informou que o ICMS não é recuperável e, sendo assim, o valor dos impostos integram o valor do equipamento, conforme a NBC TG 27 – Ativo Imobilizado:
“Um item do ativo imobilizado que seja classificado para reconhecimento como ativo deve ser mensurado pelo seu custo.
O custo de um item do ativo imobilizado compreende:
(a)      Seu preço de aquisição, acrescido de impostos de importação e impostos não recuperáveis sobre a compra, depois de deduzidos os descontos comerciais e abatimentos; ”

Com isso em mente, já podemos fazer os lançamentos contábeis:
D – Equipamentos (Ativo)               R$   150.000,00
C – Cx ou Equiv. de Cx (Ativo)        R$     45.000,00
C – Fornecedores (Passivo)             R$   105.000,00

Feito isso, vamos analisar cada alternativa:

A alternativa “A” está INCORRETA, pois ela afirma que houve um aumento líquido de R$ 45.000,00 no passivo, quando na verdade foi de R$ 105.000,00.

A alternativa “B” está INCORRETA, pois afirma que houve aumento líquido em Fornecedores Nacionais de R$ 45.000,00, e na verdade o aumento na conta de fornecedores foi de R$ 105.000,00.

A alternativa “C” está INCORRETA, pois afirma que houve aumento líquido em Máquinas e Equipamentos de R$ 105.000,00, mas na verdade o aumento nessa conta foi de R$ 150.000,00.

A alternativa “D” está CORRETA, pois afirma que o aumento líquido no Ativo foi de R$ 105.000,00 e considerando o aumento do valor do imobilizado de R$ 150.000,00 menos a saída de Caixa pelo pagamento à vista de R$ 45.000,00, resta um aumento líquido de R$ 105.000,00.

Gabarito: “D”

Resolução elaborada pelo colaborador Thiago Chaim.

Acesse outras questões resolvidas no link abaixo:

Deus abençoe!
Muito sucesso!
Profª Yasmin

2 comentários:

  1. Eu acho que essa questão está um pouco equivocada em relação a incidência do ICMS. Por que? Respostas: Porque o ICMS não recuperável incide no ato da venda e não de compra. Neste caso a incidência seria de um ICMS recuperável porque, ele incidiu no ato de uma compra em que empresa fez de um equipamento para ser utilizado. E assim ficaria o lançamento:
    D Máquinas e equipamentos no valor de R$ 92.400,00.
    D ICMS a Recuperar no valor de. R$ 12.400,00.
    C Caixa no valor de R$ 105.000,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joel, primeiramente obrigado por compartilhar sua dúvida.
      Na verdade sempre há incidência de ICMS tanto na compra como na venda. Acontece que o ICMS da compra pode ser recuperável ou não a depender do regime de tributação da empresa. O exercício informou que neste caso, a empresa não recupera o ICMS.

      Excluir