quinta-feira, 5 de março de 2015

Questão 44 - CRC 02/2014 - Prova de Técnico

Uma indústria vendeu, a prazo, e entregou, em 2.1.2014, produtos, no montante de R$645.000,00. No dia 31.1.2014, recebeu 50% e o restante, no dia 28.2.2014.

A mesma empresa incorreu em custos de vendas e despesas no montante de R$348.000,00, dos quais 50% foram pagos à vista e o restante, no dia 13.2.2014.

Observando-se o Princípio da Competência e desconsiderando-se o ajuste a valor presente, o resultado dessa operação foi um lucro de:

a) R$148.500,00 em cada um dos meses, pois os efeitos das transações são reconhecidos em janeiro e fevereiro, de acordo com os recebimentos.
b) R$297.000,00 em fevereiro, pois os efeitos das transações são reconhecidos em fevereiro e acompanham o registro do último recebimento.
c) R$471.000,00 em janeiro, pois os efeitos das transações da receita são reconhecidos em janeiro, e as despesas são reconhecidas de acordo com os recebimentos.
d) R$297.000,00 em janeiro, pois os efeitos das transações são reconhecidos em janeiro, independentemente do recebimento.

Resolução:

Conforme já sabemos, lá na Resolução CFC n.º 750/93 (e alterações) diz o seguinte sobre o Princípio da COMPETÊNCIA:

“Art. 9º O Princípio da Competência determina que os efeitos das transações e outros eventos sejam reconhecidos nos períodos a que se referem, independentemente do recebimento ou pagamento.
Parágrafo único. O Princípio da Competência pressupõe a simultaneidade da confrontação de receitas e de despesas correlatas. (Redação dada pela Resolução CFC nº. 1.282/10)

Com isso, essa questão simplesmente trata de uma diferenciação entre o Regime de Caixa (onde as transações são reconhecidas conforme pagamento e recebimento) e o Regime de Competência (onde as transações são reconhecidas de acordo com o “fato gerador”).

Comparando o Resultado do Lucro nos dois regimes, temos:

1) Regime de Caixa:

2) Regime de Competência:


Sendo assim, de acordo com o Princípio da COMPETÊNCIA, o lucro foi de R$ 297.000,00 e em Janeiro.

Logo, está correta a letra “D”.  

Fácil, fácil, não é?!

Fiquem com Deus!
Até mais!
Yasmin

Nenhum comentário:

Postar um comentário